Energia renovável: o dilema da Espanha por produzir 'excesso' de eletricidade - BBC News Brasil (2024)

Energia renovável: o dilema da Espanha por produzir 'excesso' de eletricidade - BBC News Brasil (1)

Crédito, Guy Hedgecoe

Article information
  • Author, Guy Hedgecoe
  • Role, Da BBC News na Espanha

As planícies de Castilla-La Mancha, no centro da Espanha, já foram conhecidas pelos seus moinhos de vento.

Agora, no entanto, são as turbinas eólicas – o seu equivalente moderno – que são muito mais visíveis no horizonte da região.

As 28 turbinas do parque eólico Sierra del Romeral, situadas em colinas não muito longe da histórica cidade de Toledo (a cerca de 70km de Madri), formam essa paisagem.

Operadas pela empresa espanhola Iberdrola, fazem parte de uma tendência que acelerou a produção de energia renovável na Espanha ao longo dos últimos cinco anos, tornando o país uma presença importante nessa indústria.

A capacidade total de produção eólica da Espanha – sua principal fonte renovável nos últimos anos – duplicou desde 2008. Além disso, a capacidade de energia solar aumentou oito vezes durante o mesmo período.

Pule Matérias recomendadas e continue lendo

Matérias recomendadas

Fim do Matérias recomendadas

Isso faz da Espanha o país da União Europeia com a segunda maior infraestrutura de energia renovável, atrás apenas da Suécia.

No início deste ano, o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, descreveu seu país como “uma força motriz da transição energética em escala global”.

O boom começou logo após a chegada de um novo governo, sob o comando de Sánchez, em 2018, com a remoção de obstáculos regulatórios e a criação de subsídios para instalações de energia renovável. A pandemia acelerou ainda mais a tendência.

“O impacto da covid foi muito positivo para o nosso setor”, diz José Donoso, diretor executivo da Unef, a Associação Fotovoltaica Espanhola, que representa o setor dos painéis solares.

“As pessoas pouparam dinheiro, pensaram no que fazer com ele e muitas delas decidiram que era melhor investir no seu telhado do que no seu banco.”

Enquanto isso, o governo introduziu novas metas ambiciosas, incluindo a cobertura de 81% das necessidades de eletricidade de Espanha com energias renováveis ​​até 2030.

Energia renovável: o dilema da Espanha por produzir 'excesso' de eletricidade - BBC News Brasil (2)

Crédito, Getty Images

Pule WhatsApp e continue lendo

No WhatsApp

Agora você pode receber as notícias da BBC News Brasil no seu celular

Entre no canal!

Fim do WhatsApp

No entanto, por trás desta história de sucesso, existem preocupações no setor da eletricidade causadas por um desequilíbrio entre a oferta e a demanda – o que gera, às vezes, excedente de eletricidade.

Embora a economia espanhola tenha recuperado fortemente do impacto da pandemia de covid e esteja crescendo mais rapidamente do que todas as outras grandes economias do bloco, o consumo de eletricidade tem diminuído nos últimos anos.

No ano passado, a demanda por eletricidade ficou ainda abaixo da registada no ano pandêmico de 2020, e foi a mais baixa desde 2003.

“O que vimos até 2005 foi que quando o PIB aumentou, a procura de eletricidade aumentou mais do que o PIB”, diz Miguel de la Torre Rodríguez, chefe de desenvolvimento de sistemas da Red Eléctrica (REE), a empresa que opera a rede nacional de Espanha.

Mais recentemente, diz ele, “vimos que a procura aumentou menos do que o PIB. O que estamos vendo é uma dissociação entre a intensidade energética e a economia”.

Existem várias razões para a recente queda na procura. Isso inclui a crise energética desencadeada pela invasão da Ucrânia pela Rússia em 2022, que fez com que empresas e residências em toda a Europa reduzissem o uso.

Além disso, a eficiência energética melhorou e tornou-se mais comum.

O aumento da utilização de energias renováveis ​​também contribuiu para a redução da procura de eletricidade da rede nacional.

Rodríguez afirma que durante o dia, quando a produção de energia solar é particularmente forte, a relação entre oferta e procura pode ficar desequilibrada, tendo um impacto nos preços.

“Como o sistema energético tem sempre de ter um equilíbrio – a procura tem de ser igual à geração –, isso significa que houve excesso de produção durante essas horas”, diz ele.

“Isso fez com que os preços caíssem, especialmente durante determinados horários, quando os preços eram zero ou até negativos.”

Energia renovável: o dilema da Espanha por produzir 'excesso' de eletricidade - BBC News Brasil (3)

Crédito, Getty Images

Embora esses preços baixos sejam bem-vindos para os consumidores, são potencialmente um problema quando se trata de atrair investimento para a indústria.

“Isso pode tornar mais difícil para os investidores aumentarem o seu investimento em nova eletricidade baseada em energias renováveis”, afirma Sara Pizzinato, especialista em energias renováveis ​​da Greenpeace Espanha. “Isso pode ser um gargalo para a transição energética.”

As preocupações com o fato de Espanha ter um excesso de eletricidade levaram à discussão sobre a necessidade de acelerar a "eletrificação" da economia, o que envolve afastá-la dos combustíveis fósseis.

O governo Sánchez estabeleceu a meta de tornar 34% da economia dependente da eletricidade até 2030.

“Este processo está avançando lentamente e precisamos acelerá-lo”, afirma José Donoso, da UNEF.

“A eletricidade é a forma mais barata e competitiva de produzir energia limpa. Precisamos de instalações que utilizem eletricidade em vez de combustíveis fósseis”.

A mudança para uma dependência total da eletricidade não é considerada realista, uma vez que alguns setores importantes, como os químicos e os metais, terão dificuldade na transição.

No entanto, Donoso e outras pessoas vêem muito espaço para uma eletrificação mais rápida. Por exemplo, a Espanha está atrás de muitos dos seus vizinhos europeus no que diz respeito à instalação de bombas de calor nas residências e à utilização de carros elétricos, que representam apenas cerca de 6% dos veículos em circulação.

Pizzinato concorda que a eletrificação é crucial, mas diz que existem outras formas de resolver o dilema entre oferta e procura, incluindo a eliminação progressiva da utilização de centrais nucleares mais rapidamente e o aumento da capacidade de armazenamento de energia.

“Precisamos envolver mais pessoas e mais indústrias na gestão do lado da demanda, para garantir que a flexibilidade necessária no sistema esteja disponível para fazer com que a geração e a demanda correspondam melhor durante o dia e durante a noite”, diz ela.

Energia renovável: o dilema da Espanha por produzir 'excesso' de eletricidade  - BBC News Brasil (2024)
Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Kieth Sipes

Last Updated:

Views: 5507

Rating: 4.7 / 5 (67 voted)

Reviews: 90% of readers found this page helpful

Author information

Name: Kieth Sipes

Birthday: 2001-04-14

Address: Suite 492 62479 Champlin Loop, South Catrice, MS 57271

Phone: +9663362133320

Job: District Sales Analyst

Hobby: Digital arts, Dance, Ghost hunting, Worldbuilding, Kayaking, Table tennis, 3D printing

Introduction: My name is Kieth Sipes, I am a zany, rich, courageous, powerful, faithful, jolly, excited person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.